O Facebook está de volta nisso novamente. Em consequência do comício Unite the Right em Charlottesville alguns anos atrás, e devido a muita pressão de ativistas, o Facebook respondeu com uma onda de proibições e censura de “extremistas raciais” que foi tão ampla e simultaneamente ineficaz que literalmente muitos supremacistas brancos …